AGENDA

Temer viaja a São Paulo para entregar moradias e se encontrar com Alckmin

Presidente deve se encontrar com o governador do estado, Geraldo Alckmin, para acertar apoio dos tucanos à reforma da Previdência

Temer viaja a São Paulo para entregar moradias e se encontrar com Alckmin

O presidente Michel Temer viaja neste sábado (2) para as cidades de Limeira e Americana no interior paulista. Temer participará de cerimônia de inauguração de condomínios do programa Minha Casa, Minha Vida.  

Em Limeira, serão entregues 900 moradias nos residenciais Rubi 3, 4 e 5 e, em Americana, 896 apartamentos serão entregues às famílias dos residenciais Vida Nova 1 e 2. As moradias integram a primeira modalidade do programa, destinada a famílias que recebem por mês até R$ 1,8 mil.

Nos eventos, estão previstas as participações dos ministros Moreira Franco (Secretaria-Geral) - coordenador do programa do governo federal - e Alexandre Baldy (Cidades); do presidente da Caixa Econômica Federal, Gilberto Occhi; do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, além de outras autoridades locais.

Ainda não está definido se Temer voltará para Brasília no mesmo dia ou se seguirá para a capital paulista depois do evento. No domingo (3), o presidente se reunirá com ministros da equipe econômica e lideranças partidárias para avaliar a tramitação da reforma da Previdência na Câmara.

Com Alckmin

Michel Temer deve se encontrar com o governador do estado, Geraldo Alckmin, para acertar apoio dos tucanos à reforma da Previdência. Segundo a Agência Estado, o governador de São Paulo afirmou nesta sexta-feira, 1, que a reforma da Previdência proposta pelo governo de Michel Temer terá o apoio de seu partido, o PSDB. Alckmin passou a defender com mais ênfase o projeto, citando os valores médios pagos hoje pelos sistemas público e privado como estratégia para explicar que é preciso combater privilégios.

"A Previdência precisa ser reformada porque há dois sistemas e os dois têm déficit. Só que o do INSS (Instituto Nacional do Serviço Social), que tem déficit de R$ 160 bilhões a R$ 170 bilhões para 32 milhões de aposentados, tem distribuição de renda. Ninguém ganha mais de R$ 5 mil e a média é 1 salário mínimo e meio. Mas o déficit do setor público é preocupante. Tem déficit de mais de R$ 80 milhões para menos de 1 milhão de aposentados e pensionistas, com salários muito elevados. É o Robin Hood às avessas e, por isso, tem que ser corrigido," disse o governador à Rádio Capital.

Á rádio, o governador afirmou que quer ser candidato à Presidência da República ano que vem por se considerar preparado para o cargo. 


publicidade
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade


EDITORIAS
Logo Adjori BR rodapé.fw.png

ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE JORNAIS DO INTERIOR DO BRASIL

SRTVS Quadra 701, Conjunto E - Bloco 01, nº 12, sala 209 - Brasília - DF  |  (061) 3964-1647  |  CEP 70340-902

brasilia@adjoribrasil.org.br  |  [email protected]  |  [email protected]